INSÂNIA!!

Quando se chega á conclusão de que a Insanidade muitas vezes é bem vinda...
Quando você percebe que o contexto do mundo está além do alcance dos olhos de muitos..
E quando a insatisfação de muitos faz a insanidade se instalar e mostrar uma nova proposta..

Recomendo que traga para fora a sua Insânia!!!
"

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

SEM NOME,,,

         








         Quem sou no abandono total
         quem sou na tristeza
         ou na alegria
         quem sou quando tento voltar ao  
         passado 
         esquecendo o presente
         quem sou quando aceito o que não  
         quero
         sem tentar reagir
         quem sou quando me aborreço de 
         estar aqui
         sem poder estar lá
         quem sou quando me pergunto
         quem sou?
            


             

Adivinhação

     
                Não confessaste
                mas eu sei que tu me amavas.
                meu coração
                soube ler em teu olhar 
                o que teus lábios
                nunca me disseram:
                o teu amor por mim 
                adivinhei...
                Nunca contaste
                desejar meu beijo
                porém
                o coração que ama,
                num sorriso
                pode segredos enviar:
                o beijo que querias
                tu me dar
                adivinhei...
                O tempo foi passando...
                e nem notamos...
               O amor
               que imaginei eterno
               na penumbra de um adeus 
               foi aos poucos 
               se escondendo
               tu não falaste
               que foste me esquecendo
               nem confessaste
               que o  teu ardor morrera:
               porém meu doce amor,
               adivinhei.


                      Desejo que não acontece
                            fica guardado no peito
                                ai vira obsessão





               Aquela estrela é  sempre bela .... bju!!!





domingo, 21 de agosto de 2011

Construção. como se fosse a última



                            



                      Minha  outra parte
             vou caminhar para te encontrar
               e quando te achar descansar
                           no seu infinito.


                e cada vez que o amor vier
                    eu quero estar presente.


                       Love is all 



    Amou daquela vez como se  fosse a última.




domingo, 7 de agosto de 2011

Espécie







                        A gente 
                        tem rosto
                        tem mancha
                        tem marca
                        tem pêlo
                        tem osso
                        tem trauma
                        tem cheiro
                        tem gosto
                        A gente
                        não é só olho
                        e corpo carne e osso
                       A gente 
                       anda sumindo
                      desaparecendo aos poucos
                      ás vezes
                      A gente respira
                      tem luz
                      A gente 
                      tem peso
                      tem medo
                      de tudo
                      um pouco
                      A gente
                      tem preço
                      tem praça
                      tem igreja
                      tem roupa
                     A gente
                     ama
                     de vez em quando
                     ri
                    A gente
                    tem morte
                    disfarce
                    raiva
                   tem dó
                   A gente
                   anda sumindo
                   e os home
                   não vê
                   Os home
                   tem olhos
                   tem sonho
                   tem corpo
                   tem carne
                   tem osso.(PEDRO bARNEZ)








                       A gente
                       existe 
                       e muitas vezes
                       nem sabe porque!!!!



quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Dentro de um ano.... dentro de um mês...






Dentro de um ano talvez
dentro quem sabe de um mês,
novamente impreciso
embora, algum sorriso.
tão só um sorriso triste
libere o que existe
de amargura no meu coração.
Dentro de um ano talvez
dentro quem sabe
de um mês,
eu desperte desse sonho,
na manhã de outros amores
e, rindo das minhas dores,
novamente, sem temores,
entregue-me a nova paixão
dentro de um ano, talvez
vendo-me indiferente
me desejes novamente.
Dentro quem sabe de um mês
sejas tu quem me procures,
esperando que perdure,
amor intacto.
Mas, dentro de um ano,
eu sei
dentro da eternidade
viveras esta saudade
e; falsa esta esperança
de felicidade será
apenas uma lembrança
a mais que a recordar terei.
Minhas noites como agora
que sejam longas, embora
não posso repouso conseguir
desejarei, pois asceses
de poeta, faze-me sentir
na lua, no murmúrio do vento,
lenitivo para o meu tormento.
E, tanto quanto agora,
repetindo em cada dia
as mesmas palavras banais;
Dentro de um ano talvez
dentro quem sabe de um mês
esperarei a alegria
que sei não vira jamais.


Dentro quem sabe...